A BFGoodrich e a competição

Desde cedo que a BFGoodrich se destaca nas performances de primeira ordem no desporto automobilístico, tendo sido, entre outros acontecimentos, o primeiro fabricante de pneus a ganhar em 1915 a lendária competição de 500 milhas de Indianápolis por dois anos consecutivos.

A marca mune-se de uma forte reputação nas áreas de “off-road”, ao ganhar a Baja 1000 em 1972. Este sucesso em rally-raid foi rapidamente confirmado por outras vitórias alcançadas na SCORE Baja 500 em 1983 e 1988, com os pilotos Corky e Scott McMillin, e a primeira Taça do Mundo dos Rally-Raids em 1999. A marca conseguiu também alcançar a proeza de ganhar não menos de 21 vitórias consecutivas na Baja 1000 entre 1986 e 2007, tornando-se, assim, uma referência na competição americana “off-road”.

Os êxitos seguiram-se em cadeia nos anos 90 em várias áreas, sendo o ponto mais alto a vitória em 1994 da Rod Millen neozelandês, a mais célebre e difícil corrida de costa a costa no mundo em Pikes Peak, ao volante de um Toyota Celica com “sapatos” de borracha BFGoodrich. A marca passa a investir também em terras africanas, ao ganhar o Dakar em 1999 com o bi de Jean-Louis Schlesser.

O ano de 2006 constitui uma ponto de viragem na história desportiva da BFG, quando a marca se envolve no Campeonato do Mundo de Ralis WRC ao permitir a Sébastien Loeb ganhar o título por cinco vezes consecutivas e ao acompanhar as equipas da Citroën e da Ford na busca pelo título. No final, durante a sua breve passagem na WRC (2006-2010), a BFGoodrich terá arrebatado a totalidade os títulos referentes a pilotos e marcas em disputa. Além disso, a marca envolveu-se no IRC em 2007, ganhando desde o primeiro ano a coroa com a Peugeot.

No limiar do novo milenário, a BFGoodrich está confortável na sua posição de líder no Rally-Raid ao monopolizar as vitórias e os títulos na FIA Cross-Country Rally World Cup e no Dakar. Nos últimos anos, a marca tem cuidado das suas estatísticas ao procurar novos troféus, possivelmente a SCORE Baja 1000 ou o Dakar, mas tem também procurado enriquecer os seus palmarés ao ganhar o Australasian Safari em 2011 e 2012. .

Atualmente, os palmarés da BFGoodrich em competição automóvel comportam não menos de 200 títulos nos mais diversos campeonatos americanos off-road, 24 vitórias na Baja 1000, 10 títulos consecutivos na Taça do Mundo FIA dos Ralis Todo-o-Terreno, bem como 8 vitórias no Dakar, a última em 2012 com Stéphane Peterhansel ao volante de um Mini. A marca continua a ser um ator determinante nas diversas corridas locais, particularmente na América do Norte, onde a qualidade dos pneus BFGoodrich se exprime através de uma variedade de superfícies, quer seja terra, areia, pedra ou mesmo asfalto, prova da incrível polivalência dos produtos BFGoodrich.